Google Shopping: como funciona

Aprenda como funciona o Google Shopping e como configurar sua conta para que seus produtos apareçam de graça.
Publicado em: 25/06/2021

Desde o ano passado, o Google Shopping passou a ser gratuito no mundo todo. Se antes era necessário pagar para aparecer, através de campanhas do Google Ads, agora é possível que seus produtos apareçam sem gastar nada.

Os resultados pagos continuam existindo, mas os resultados orgânicos abriram caminhos para pequenos negócios que desejam utilizar dessa poderosa ferramenta para vender mais.

O que é o Google Shopping

O Google Shopping é uma espécie de comparador de preços que aparece na busca do Google. Dependendo da palavra-chave buscada o resultado já aparece no topo da página – veja o exemplo:

google shopping resultados

Os resultados do Shopping aparecem com grande destaque na página e é possível navegar pelo carrossel antes de abrir a página dedicada, com mais resultados – o mesmo acontece no mobile.

Esses resultados do topo são os resultados pagos, através de campanhas do Google Ads. Existe um tipo de campanha específica para Shopping e você pode escolher quais produtos deseja exibir. Ou seja, você tem maior controle do que quer anunciar.

A página de resultados do Shopping permite filtrar os resultados e também exibe os resultados não patrocinados, logo abaixo do carrossel.

google shopping pagina resultados

Para aparecer nos resultados orgânicos e otimizar suas campanhas pagas, é importante investir em SEO. Quanto mais otimizados seus produtos, menor o custo de suas campanhas e maiores as chances de aparecer.

+ Ecommerce de moda: passo a passo para começar

Requisitos para se cadastrar no Google Shopping

Para cadastrar sua loja no Google Shopping é necessário cumprir alguns requisitos:

  • Ter uma conta Google;
  • Ter uma conta no Google Merchant;
  • É preciso vender produtos físicos;
  • É preciso ter um site para a finalização da compra.

Atributos obrigatórios

Alguns atributos são obrigatórios no cadastro do produto para que o Google aprove, são eles:

  • ID (código)
  • Título (title): nome do produto;
  • Descrição (description): descrição do produto;
  • Link: link do produto;
  • Imagem (image_link): link da imagem do produto;
  • Disponibilidade (availability):
  • Preço (price): preço do produto;
  • Marca (brand): marca do produto;
  • GTIN: é o código de barras informado pelo fabricante. Alternativamente, é possível usar o campo MPN.

Os atributos abaixo são obrigatórios para produtos roupas, acessórios e calçados – sem eles, seus produtos não serão exibidos:

  • Gênero (gender): é possível usar os seguintes valores: unissex, masculino ou feminino.
  • Faixa etária (age_group): recém-nascido, 3 a 12 meses, 1 a 5 anos, infantil ou para_adultos.
  • Para os dois atributos acima, é necessário seguir exatamente a nomenclatura exigida pelo Google.
  • Cor (color): são aceitos valores escritos por extenso, como preto ou vermelho. Caso tenha mais de uma cor, você pode separá-las com uma barra, assim: Preto/Vermelho.
  • Tamanho (size): é necessário que o tamanho se encaixe nos padrões do Google. Encontre aqui.
  • Categoria (google_product_category): não é um atributo obrigatório mas é altamente recomendado, a fim de otimizar seus resultados, principalmente se você for anunciar no Google Ads.

Nessa página você encontra todos os atributos disponíveis e as especificações para cada um. Recomendo que essa seja lista de atributos obrigatórios seja analisada no momento do cadastro dos produtos, para evitar retrabalho.

Como incluir minha loja no Google Shopping

Agora que sabemos da importância do Google Shopping para o e-commerce e as diretrizes, é hora de aprender a configurar. São algumas etapas e essas configurações servem tanto para os resultados orgânicos quanto para anunciar no Google Ads.

Você deve criar uma conta na Merchant Center. Essa conta ficará vinculada à sua conta do Google. Recomendo usar a mesma conta do Google Ads e Google Analytics, já que depois faremos a vinculação entre elas.

Passo 1: preencher os dados da sua empresa (você poderá alterá-los depois).

configuracao google merchant center

Passo 2: escolher onde você deseja vender. Tenha em mente que, ao selecionar “na minha loja física”, você precisará de um feed com dados adicionais. É importante verificar se sua plataforma de e-commerce ou ERP fornecem essa opção. Neste tutorial, vou ensinar a configurar apenas para venda no site.

configuracao google merchant center 2

Passo 3: após a conclusão, você será redirecionado para a tela inicial do Merchant Center. Clique no botão “Conheça mais opções para crescer”, conforme abaixo:

configuracao google merchant center 3

Passo 4: escolha a opção “Listagens de produtos gratuitas”. Na próxima tela você deverá preencher as informações necessárias:

configuracao google merchant center 4

Ao clicar para preencher seu website, você será redirecionado para outra tela:

configuracao google merchant center 5

Passo 5: Após a verificação, você deve voltar para a tela anterior e clicar em “Adicionar dados do produtos”. É aqui que você vai enviar seu feed. A maioria das plataformas de e-commerce já fornecem esse arquivo pronto.

configuracao google merchant center 6

Você pode cadastrar produto por produto, mas o jeito mais fácil é enviar o arquivo do feed. Preencha os dados necessários e clique em Continuar.

configuracao google merchant center 7

Na tela abaixo, você deve dar um nome para seu feed (pode ser qualquer nome) e escolher o método de envio. Aqui, vamos escolher “busca programada”:

configuracao google merchant center 8

Dê um nome para seu arquivo, escolha a frequência de busca (recomendo diariamente), o horário, o fuso horário e a URL do arquivo, fornecida pela sua plataforma.

configuracao google merchant center 9

Passo 6: após o envio, é necessário aguardar até 5 dias úteis para que o Google aprove. Após esse período, entre novamente na sua conta, clique em “Produtos” > “Diagnóstico”. Aqui, você verá quais produtos foram aprovados, quais foram reprovados e também verá um sinal amarelo, que indica quais produtos foram aprovados mas que contém algum erro no seu cadastro.

Veja um exemplo abaixo:

configuracao google merchant center 10

Após essas configurações, seus produtos já estarão aptos a aparecer na listagem gratuita do Google Shopping.

Como anunciar seus produtos no Google Ads

Agora que configuramos o Merchant Center, vamos aprender a vincular sua conta com o Google Ads para anunciar. Em qualquer tela do Merchant Center, clique na roda dentada e depois em “Contas vinculadas”. Faremos a vinculação entre as contas.

Preencha as informações de fuso horário e moeda e clique em Criar. O Google irá vincular automaticamente com a conta existente dentro do seu e-mail. Se necessário, entre no Google Ads para fazer a confirmação, seguindo os passos:

Em qualquer tela do Google Ads, clique em “Ferramentas e Configurações” e depois “Contas vinculadas”. Role a tela e clique em “Detalhes” em Google Merchant Center. Você verá a seguinte tela:

google merchant center google ads

Clique em “View request” e faça a aprovação. Pronto! Suas contas estarão vinculadas e você já pode criar suas campanhas de Google Shopping no Ads.

Entre na lista VIP

Lukas Godoy

Lukas Godoy

Consultor de e-commerce

Publicitário, pós-graduado em Gestão Estratégica em Moda e cursando MBA em Varejo Físico e Digital na USP. Atuo há 12 anos com Marketing Digital, trabalhando em projetos para pequenas, médias e grandes empresas, especialmente do ramo de vestuário e cosméticos.

cta-lateral-diagnostico-ecommerce
cta-rodape-planilha-planejamento-ecommerce

Últimos posts

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Entre na lista VIP

Junte-se a milhares de pessoas e receba dicas, estratégias e ferramentas para ecommerce direto em seu email!

Ao se cadastrar, você concorda com a nossa política de privacidade.

burnell - CNPJ: 25.121.487/0001-91 - R. Jaime Reis, 30, cj. 12, São Francisco - Curitiba/PR | Política de privacidade